28 de setembro de 2011

Trilha ecológica?



A natureza é bela! Fato. Jucás é privilegiado pela natureza, e nós, jucaenses, principalmente, não reconhecemos isso.

Quantos municípios do Ceará são cortados, ponta a ponta, pelo rio Jaguaribe? Poucos. São mais de 40km do rio mais importante do Estado rasgando nosso município. Graças ao Açude Arneiroz II, aos Comitês de Gestão do Jaguaribe e a um longo trabalho de conscientização para preservação do rio, estamos conseguindo mantê-lo vivo, inclusive, perene.

Porém, esquecemos do nosso maior ícone geográfico, a serra de São Mateus. Para quem não conhece Jucás, a serra de São Mateus é uma elevação do nosso relevo, com aproximadamente 580m de altitude. Um monte avistado de qualquer ponto da cidade.

A serra de São Mateus é rica em histórias e lendas, como a do Curral de Pedras, e abriga boa parte das espécies de flora nativa da nossa região. No entanto, a agricultura e as empresas de telefonia, internet, rádio e televisão, descobriram a serra como um local perfeito para a transmissão das ondas de suas antenas.


Pois bem, essas empresas exploram um patrimônio natural do nosso município, assim como o rio Jaguaribe, e que nós estamos fazendo pela serra? Nada.

De uns 5 anos pra cá, a utilização do espaço no topo da serra, por essas empresas, se tornou mais constante e maior. Não se pode mais, como antigamente, subir a serra pra se sentir mais próximo da natureza, tanto pelo som ensurdecedor dos geradores das antenas, como pela quantidade de lixo e entulho deixados lá, principalmente, pelos funcionários dessas empresas.

A telefonia celular, internet, rádio e televisão são tecnologias essenciais em nossa vida moderna. Mas temos que aprender a crescer juntos com a natureza, isso se chama desenvolvimento sustentável. Progresso e preservação.

Meu apelo é para a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Jucás, à Câmara Municipal ou à alguma ONG: Vamos salvar a serra de São Mateus.

A prefeitura e as escolas organizam trilhas “ecológicas”, mas somente isso não basta. Precisamos de uma política de preservação mais atuante. Criação de áreas de preservação, exigências de replantio e limpeza do espaço, sinalização e conservação da trilha e da fauna e flora local, enfim.

Gente é um absurdo, a TIM, uma gigante mundial da telefonia, não instruir seus funcionários a não poluírem o meio ambiente. Encontrei restos de caixa de papelão, plásticos, ferro e muitas outras coisas que não deveriam estar lá. O caminhão que recolhe o lixo não sobe a serra! Temos que exigir dessas empresas, do poder público e de nós mesmos a preservação da serra de São Mateus. Olha só a quantidade de lixo que os alunos da Escola Cely Correia recolheram. Isso porque as sacolas acabaram e muito mais lixo ficou lá.


Três meses depois dessa foto retornei lá e a situação, infelizmente, estava pior.

Em postagens anteriores comentei sobre a potencialidade e a necessidade da “exploração” do turismo em Jucás. Um circuito de esportes de aventura seria ótimo. Discutia o assunto com Dr. Joaquim, psicólogo e Ouvidor Municipal, e pensamos que é viável. Já tivemos saltos de parapente a partir da serra e provando que é possível voar de parapente sobre Jucás. Podemos agregar competições de MotoCross, canoagem e Mountain Bike, além de uma trilha realmente ecológica, já que a trilha “ecológica” realizada atualmente não estuda a natureza da serra, sua história e formação geológica de uma maneira eficaz.

Bem, apelo e sugestões feitas. Vamos curtir o visual da serra de São Mateus, enquanto o progresso não a destrói.





 




5 comentários:

  1. povo de uma cara sofrida...

    ResponderExcluir
  2. as fotos sao lindas,mas as pessoas,como pode?

    ResponderExcluir
  3. esse que exclui as pessoas por beleza não passa de um arrogante e seco do amor de Deus. Procure se exegar primeiro.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com vc quem comenta assim nao passa de arrogante mesmo, nao sabe vez a beleza de uma foto. As fotos são perfeitas, lugar mto lindo.

    ResponderExcluir
  5. Ola sou Professor Saulo, Graduado em Educação Física, Jucaense, e estou pensando em implantar Rapel na serra de São Mateus e incentivar a preservação da mesma

    ResponderExcluir